Loading...

Em 2017, saia da ilha!

Os dois últimos anos foram difíceis, e isso não é novidade para ninguém. Mas uma análise imparcial e menos emocional da realidade vivida nos mostra que os dias difíceis estão aí para serem vividos e assim como os dias bons, eles também passam, deixando um inquestionável aprendizado. Diante disso, convido o leitor a uma reflexão positiva sobre as dificuldades. E se vamos falar de coisas boas, começo por Saramago, que nos brindou com sua genialidade e é o autor de O Conto da ilha desconhecida, onde se encontra a frase “É necessário sair da ilha para ver a ilha, não nos vemos se não saímos de nós” que inspirou essa pequena reflexão, essa busca de algo de bom no nosso turbulento passado recente.

Em dois anos, empresários de todos setores se depararam com a recessão e com a instabilidade que passou a fazer parte do cotidiano de empresas e instituições. Assim como qualquer outra mudança, a nova realidade trouxe desafios e oportunidades de sermos mais criativos e, acima de tudo, mais empáticos. Dentro das empresas e fora delas, foi preciso sair da zona de conforto e aprender a navegar com o mar. A compreender mudanças e ampliar visões. Muitos perderam seus empregos em 2015 e 2016 e se tornaram empreendedores e, junto com os mais experientes, se deram conta de que o conhecimento é fruto do aprendizado e do diálogo contínuo com o outro e isso só se torna possível quando “saímos da ilha”.

Quando saímos da ilha dentro de um contexto estratégico de negócios, aprendemos a olhar o mercado e suas mudanças com mais inteligência. Conseguimos entender as mudanças a partir da forma como nos relacionamos e nos comunicamos com o outro. Neste ciclo de reconhecimento e autoconhecimento, crescemos profissionalmente e como pessoas, nos tornamos mais abertos ao debate como meio de entendimento. Terminamos 2016 dando os primeiros passos para um amadurecimento, contudo o caminho para a mudança é longo porém imprescindível.  Que venha 2017 e que continuemos saindo da ilha.

Cristina Santos

Cristina Santos

Diretora de Planejamento e Conteúdo na Imageria

Capricorniana clichê, já nasceu fazendo planos. Gosta livros, fotografia, cinema e música. Já plantou uma árvore, está escrevendo um livro e ainda tem dúvidas sobre o filho.

Posts Relacionados

Comentários

Newsletter