Loading...

Para assistir: Yves Saint Laurent

Yves Saint Laurent foi certamente um dos gênios do século XX e símbolo máximo do luxo aliado a praticidade na moda. Seu nome começou a ser construído dentro da Maison Dior em 1957 onde trabalhou como diretor criativo da marca e chegou ao topo pelas suas criações inovadoras: o smoking feminino na década de 60, a coleção Mondrian em 65 e consequentemente a popularização do Prêt-à-Porter. Como diria Pierre Bergé sócio e ex marido de Yves “Chanel deu liberdade às mulheres; eu acho que Saint Laurent lhes deu poder”.

A vida e obra de Saint Laurent é tema de várias biografias cinematográficas e uma delas (a minha preferida) é de 2014 dirigida por Jalil Lespert e baseada no livro “Cartas para Yves”. O que é interessante nesse filme é que além de focar no ínicio da carreira de Yves, também retrata a relação pessoal e profissional do estilista com o empresário Pierre Bergé, cheia de altos e baixos. Bergé e Yves se conheceram na Dior e a partir daí além de companheiros, se tornaram sócios, abrindo a bem sucedida YSL. Se Saint Laurent foi a mente brilhante e criativa, Pierré era o homem dos negócios e a parceria durou até o fim da vida do artista. O filme também mostra toda a fragilidade e depressão assumida que o estilista enfrentou ao longo dos anos até os tempos de loucuras e excessos de álcool, e isso no filme não é gratuito! Muito do seu comportamento era espelhado em seus croquis e vestidos, o que fica claro no longa. Cronologicamente, o filme retrata até os anos 80 onde Yves chegou ao seu auge e reconhecimento, deixando de lado as últimas décadas de estilista o que para mim não interfere na qualidade e na proposta do diretor.

Pierre Niney que interpreta lindamente Yves está incrível e a semelhança física com o estilista chega a ser emocionante. Vale a pena também apreciar todo o figurino do filme que é original e foi cedida pela Fundação dirigida por Bergé e que leva seu nome e de Saint Laurent. Yves Saint Laurent é um filme sensível e requintado assim como o artista que o inspirou.

Ana Carolina Ventura

Ana Carolina Ventura

Diretora de Criação da Imageria. Designer gráfico, apaixonada por vinil, moda e anos 80.

Posts Relacionados

Comentários

Newsletter